22.3.12

Vida de cão


Estrela brincando com Tulipa, na sala. A pequena tenta orientar a cachorra:

- Tulipa, vem pra esse lado!

E, diante da bagunça:

- Não, Tulipa, desse lado não!! Desse lado aqui! Desse lado, Tulipa!!

Intervenho, brincando:

- Sabe o que é, Teté? Eu acho que a Tulipa não fala português...

Estrelinha, muito sábia:

- Tulipa, au au au au au!!! Au au au, Tulipa!! Au au!!!

=D

20.3.12

Galã?


Uma manhã destas, fui acordada com um presentinho do meu lado da cama: um bonequinho miniatura de Che Guevara, mimo do maridão. Ana Luz, ao acordar e vir para o meu quarto, logo notou a novidade. Pegou com cuidado, e quis saber:

- Mamãe, mamãe! É o Fábio Jr.???

Póin, póin, póin...

=/

PS: para quem quiser saber de onde é que ela conhece o Fábio Jr., pergunte à sra. Kiara Terra, cujas contações de história as meninas assistem desde pequenininhas, como é que ela descreve seu pai quando se apresenta...

19.3.12

Sílaba por sílaba


Chiara, a rainha das confusões silábicas. Algumas pérolas da bichinha:

- Mamãe, a Tulipa tá mordendo meu 'biníqui"¹!!

- Ontem eu comi " bróloquis com bike"²...

- Mamãe, mamãe, caiu meu "caduno"³!!

- Eu quero pizza de 'calazebra'¹¹..

- Mamãe, eu não gosto de 'cambarola'²²!

- Olha, mamãe, ali tem um 'bucarão'³³!!

- Eu quero leite com 'cholocate'¹¹¹!!

;-)


legenda:
¹ biquini / ² brócolis com kibe / ³ canudo / ¹¹ calabreza / ²² carambola / ³³ buracão / ¹¹¹ chocolate

12.3.12

Das similaridades


Manhã na casa da família-pimenta. Abrimos a porta do quintal e Tulipa, como de costume, vem pulando sobre nós enlouquecidamente, sem qualquer cerimônia.

Estrela senta no sofá, e Tulipa vai atrás. Se joga, lambe, pula, morde, escorrega, cai sobre si mesma, escorrega e começa tudo de novo. Estrela, toda compreensiva:

- Tá bom, Tulipa, tá bom... eu sei que você é uma menina agitada, eu também sou... eu te entendo, a gente é "que nem uma a outra"... mas agora me dá um sossego, vai?

=D

8.3.12

Pagando todas


Família-pimenta na praia. Eu com as três filhotas, na beirinha do mar. Deito-me, com a cabeça para trás. Vem uma ondinha, eu finjo que me pegou de surpresa, faço aquele teatro todo:

- Puxa vida!! Vocês nem pra me avisar que estava vindo uma onda, né??

Ana Luz, praticamente uma pré-adolescente, do alto de seus quase sete anos de vida:

- Ah, mãe, é que eu queria que você pagasse esse mico!!

Mereço?

=P

5.3.12

Soletrando


Chiara, num café da manhã em casa, eu fazendo tapioca para as filhotas:

- Mamãe, eu quero mais 'patióca'!

- O quê, filha?

- Eu quero mais 'taquipóca'!!

- Você quer mais o quê, meu amor??

- Eu quero mais 'capióta', manhê!!

- Ah! Você quer mais tapioca?

E a pequena, com um suspiro de enfado:

- Isso, mamãe! Eu quero mais 'tapicóca'!

=D