28.6.06

pavio curto



Estrela, desde um pouco antes de fazer aniversário, já sabe dizer quantos aninhos tem. A gente pergunta: "quantos aninhos a Estrelinha tem??" e ela levanta o dedinho, fazendo 'um'. Uma graça.
Mas a gente abusa. Dia desses, fiquei repetindo a pergunta:

EU: quantos aninhos de sapequice a Estrelinha tem?
ELA: um (com o dedinho, acompanhada de um sorrisão).
EU: quantos aninhos de fofurice a Estrelinha tem?
ELA: um (com o dedinho, já séria)
EU: quantos aninhos de gostosura a Estrelinha tem?
ELA: ahhhhhhhhhhhhhhhhhhh!!!! (um, com os dedos indicadores das duas mãos)

É... paciência de bebê também tem limite.

palhaça



Foi essa a primeira palavra dita pela Ana Luz depois dos clássicos 'mamããã', 'papááá' e 'nenêêê', que a gente já ouve há algum tempo por aqui.
De tanto ouvir (eu a chamo assim, de vez em quando, 'palhaça', ou 'palhacinha', em geral quando ela apronta alguma...), repetiu, cheia de charme, com todas as sílabas e colocando a linguinha pra fora no 'lha' e no 'ça'.
Uma coisa, de fofa.