28.9.12

Das associações


Na rua, com as meninas. Passamos em frente a uma loja de cozinhas planejadas. Ana Luz lê o letreiro, e quer saber:

- Mamãe, aqui é o consultório da tia Selma*?

Eu, sem entender:

- Não, filha... por quê?

E a pequena, toda cheia de lógica:

- Ué! Porque ali tá escrito... 'cel...mar'!!!

;-)

* 'tia' Selma, a pediatra das meninas

26.9.12

Não posso mais viver sem mim!


Se minha pimenta-caçula vier a procurar os serviços de um psicólogo algum dia, certamente não será para resolver questões de autoestima. Dia destes, a pequenina 'lendo' no sofá da sala, eu digo a ela:

- Kiki, eu te amo!

Ela, totalmente blasé:

- Eu também, mamãe.

Insisto, querendo ouvir com todas as letras:

- Você também o quê?

E a pequenina, sem tirar os olhos da revistinha:

- Eu também me amo!

É mole?

=D

25.9.12

Desassossego


Eu no banheiro, escovando os dentes. As três filhotas penduradas à porta, querendo entrar. Peço um segundo:

- Dá um tempinho, eu estou escovando os dentes.

Estrela, impaciente:

- E por que a gente não pode entrar quando você tá escovando o dente?

- Porque eu quero um pouquinho de sossego, ué!

E a pequenina, sem se intimidar:

- Você quer um pouquinho de sossego... esquece, você tem três filhas!!!

Ouch! Certeira...

=P

24.9.12

Com amor ou sem amor


No carro, com as pimentas. Gal Costa rolando no mp3 player:

'sem amor onde é que eu vou chegar
se é o amor que nos guia e conduz...'

Ana Luz, respondendo à questão:

- Sem amor, você vai chegar num tédio sem fim!!!

Sabe tudo, não?

;-)

21.9.12

Foncusões de Chiarina!


Chiara, como já se sabe, é a rainha das confusões silábicas. As últimas da figurinha:

- Sabia que eu já sei dá 'bacalhota'?

- Mamãe, eu acho que eu quero 'movitá'...

- Eu não gosto de 'cambarola'!

- Vamo brincá de 'bacaninha'?

- A mamãe não pode falá agora, ela tá 'digirindo'...

- Mamãe, mamãe, tão tocando a 'pacainha'!!

=D

* legenda: cambalhota / vomitar / carambola / cabaninha / dirigindo / campainha 

20.9.12

Uma ideia na cabeça


Ana Luz, Estrela e Chiara sentadinhas no sofá, vendo fotos (mais ou menos) antigas. Encontram uma de 2006, do primeiro aniversário das duas. Ana Luz, animada:

- Olha, olha, a gente no nosso aniversário!!

Chiara, intrigada:

- Onde eu tô??

Ana Luz, impiedosa:

- Você não tá aqui, Kiba, você nem existia ainda!!!

Diante do bico tristonho e desconsolado da irmã caçula, Estrela vem socorrer, conciliadora (e um tanto quanto filosófica):

- Existia sim... ela era uma ideia... olha ela aqui, na cabeça do papai e da mamãe!!!

E não é que a danada tem razão?

;-)

19.9.12

Dramalhão


Mesa do almoço. Ana Luz, num raro momento sem apetite, vê o prato de macarrão a sua frente. Num esgar de dramaticidade, suspira:

- É muita massa para o meu estômago delicado!!!

=D

18.9.12

Perfumaria


Propaganda na TV. Saquinhos aromáticos, ou coisa semelhante. Estrela chama a irmã, escatologicamente empolgada:

- Olha, Naná!!! A gente precisava de um desse aqui em casa!! Assim quando alguém soltasse um pum, era só apertar o saquinho e pronto, um ambiente muuuuito agradável...

;-)

17.9.12

Beija eu


Eu e Chiara, brincando. Ela faz uma gracinha qualquer. Eu, como de costume, aperto bem a bichinha entre os braços, e tasco um beijo na bochecha, daqueles bem melados. A pequena faz cara de desgosto, limpando a bochechinha com as costas da mão:

- Éca, mamãe!!! Que nojo...

Reajo, na minha indignação:

- Éca por quê, você tem nojo do beijo da mamãe?? É um beijo de carinho, de amor...

E a mocinha, dando-me um banho de realidade:

- Não, mamãe!! É um beijo de cuspe...

=P

14.9.12

Gente que faz


Ana Luz, e suas investigações curiosas:

- Mamãe, o Brasil é o maior país do mundo??

- É um dos maiores, filha.

- Puxa! Quem 'construiu o Brasil' tinha muita habilidade...

:-)

13.9.12

Vida intrauterina


Eu e as meninas, conversando sobre parto e nascimentos. Ana Luz quer saber:

- Mamãe, por que mesmo que você foi pro hospital quando a gente ia nascer??

- Porque estava demorando um pouco pra vocês nascerem, filha.

- E por que a gente tava demorando pra nascer?

Estrela intervém, explicativa:

- Porque a gente tava discutindo lá dentro pra ver quem ia nascer primeiro!

E Ana Luz, fechando a questão:

- E eu que ganhei a discussão, porque eu nasci primeiro...

=P

12.9.12

Valiosa


Eu e Chiara em casa. Quando a pequena apronta alguma, eu brinco:

- Kiki, você não vale nada!

E a bichinha, botando as mãozinhas na cintura e erguendo o rostinho em desafio:

- Eu 'valo' sim, mamãe!! Eu 'valo' sim!!!

=D

11.9.12

O diabo da propaganda!


Conversa de cunho capitalista, entre mãe e filha:

- Mamãe, você 'é paciente' de qual banco?

- Eu tenho conta no Santander, filha.

- E o papai?

- O papai tem conta no Banco do Brasil.

A pequena reflete por alguns segundos. Depois, quer saber?

- Ué. Mas ninguém tem conta no Itaú? Mas o Itaú é que é 'perfeito pra você'...

Alguém a fim de discutir a influência nefasta da propaganda sobre a mente de nossas crianças?

:-/

10.9.12

Bela vovó


Vovó Lili, num momento de extrema pentelhação da neta primogênita:

- Puxa, Naná, assim vocês cansam a minha beleza!!

E a pequenina, massageando o ego da vovó:

- Cansa nada, a sua beleza tá toda aí!!!

;-)

5.9.12

Oras, bolas!


Ana Luz e Estrela brincando na rua. Chiara vem dar um recado:

- Mamãe, mamãe!! A Naná quer que você vá na varanda!

- Agora eu não posso, filha. Pergunta pra ela o que ela quer...

E a bichinha, jogando os bracinhos pro alto e fazendo cara de enfado:

- Ela quer que você vá na varanda, ué!!!

=D