26.7.07

pimentas-cinéfilas



Ai, que orgulho.
Minhas pimentas não negam a ascendência.
As pequenas nunca se interessaram muito por desenhos ou filmes. Já tentamos levá-las ao cinema uma vez, e a experiência não passou da primeira meia hora. Ainda estamos ensaiando uma nova tentativa. Mas mesmo em casa, filmes infantis não fazem muito a cabeça das duas. Elas assistem um pouquinho (algo como quinze, no máximo vinte minutos) e logo perdem o interesse, vão brincar, pegar um livrinho ou fazer alguma outra coisa. Gostam, sim, de tudo o que tem música. De resto, não ligam.
Pois bem. Dia desses, entendi o porquê de tanto desinteresse. Eu é que vinha subestimando minhas pimentas.
Explico: há uns dias, sentei no sofá da sala para rever 'Babel'. Quem já viu sabe que não é exatamente um filme fácil, leve ou óbvio. Pois bem. As duas sentaram-se comigo, uma de cada lado, e ficaram uma hora - sim, uma hora inteirinha! - de olhos vidrados na tela, acompanhando cada quadro.
Eu posso com isso? Que "Shrek", "Carros" ou "Monstros", que nada! Elas queriam mesmo era um bom cine alternativo para botar os miolos pra funcionar.
Filhas de peixe, né?

10.7.07

duas em uma



Uma bela tarde de domingo, vou eu tranquila e alegremente levando Estrela para o quarto, para trocá-la. Chegando lá, deparo-me com o fato consumado: esparramados em cima do berço, TODOS os livrinhos e DVDs infantis que temos em casa, e que costumam ficar empilhadinhos na prateleira da sala. Segue-se o diálogo:
Eu (toda cheia de moral): quem foi que fez essa bagunça aqui?
Estrela (sem nem pestanejar): Teté!
Eu (ainda crente de estar no domínio da situação): e você acha isso bonito?
Estrela: acha!
Minha Estrelinha, tão pequenina e tão cheia de si... :O)

Ontem à noite, depois da janta das pimentas, eu lavando a louça na cozinha, Estrelinha na sala balançando no cavalinho, Ana Luz brincando de levar a touquinha de lã para a cozinha, colocá-la sobre a mesa, voltar para a sala, dar meia volta e recuperar a touquinha. Isso, repetidamente. Cada vez que Ana Luz entrava na cozinha, Estrela gritava lá da sala: 'Nanááááá!', ao que Ana Luz respondia, também gritando: 'já vou, Tetéééé!'. Quando a cena toda já tinha se repetido umas oito vezes pelo menos, Ana Luz cansou: parou na porta da cozinha, botou as mãozinhas na cintura e sentenciou para a irmã: 'eu sou uma só, Teté!!'.

:o))))

6.7.07

cenas de família



CENA 1: pimentas brincando sentadinhas no chão do escritório enquanto eu trabalhava no computador. Ana Luz levanta e vai saindo. Já na porta, vira para a Estrela. Segue-se o diálogo:
Ana Luz: eu já volto, tá, Teté?
Estrela: não vai não, Naná!
Ana Luz: (estendendo a mãozinha para a irmã) vem tumigo então, Teté!
Estrela: (levantando e dando a mão para a irmã) tá!
E lá se foram as minhas pimentas, alegres e faceiras, de mãozinhas dadas em direção à cozinha...

CENA 2: 7 hs da manhã, pimentas com baterias carregadíssimas e mamãe-pimenta cambaleando de sono. na mesa da cozinha, supostamente protegido em um lugar seguro, um prato com macarrão cozido, sem molho, que havíamos esquecido de guardar no dia anterior. Eis que a pimenta-mãe que vos fala, vendo seus dois anjinhos brincando placidamente entre bonecas e livrinhos, recosta-se no sofá e cochila despreocupada. Ao acordar (não mais que cinco minutos depois), o susto: de cada lado no sofá, uma pimenta com as mãozinhas gorduchas cheias de macarrão cozido, enfiando imensas porções na boca de uma vez só, e sorrindo como quem sabe estar fazendo o que não deve. Como detalhe, dando mais charme à cena, pequenos pedaços de macarrão formando uma trilha que ia desde a mesa da cozinha até o sofá da sala. Pelo menos, elas não teriam problemas para achar o caminho de volta...

CENA 3: banho da noite, pimentas brincando na piscininha que fica dentro do box, brinquedos diversos boiando na água quentinha. Segue o diálogo:
Ana Luz: beija bundão da Naná, Teté!
(Teté dá um beijo no bumbum da irmã e ri)
Ana Luz: beija bundão da Naná di novo, Teté!
(Teté dá mais um beijo e ri)
Ana Luz: você é doida, Teté!
é por essas e outras que eu digo: a vida nunca é monótona quando se tem duas pimentinhas em casa! :O)