29.8.10

Sobe-Desce

///
Já faz algum tempo que Chiara aprendeu a subir escadas. Aqui em casa, moramos em sobrado, e Ana Luz e Estrela passam o dia inteiro pra baixo e pra cima, pra cima e pra baixo, não se cansam nunca. Então, a pequenina logo tratou de aprender, pra não ficar pra trás.

Só que ainda não sabia descer. Subia, e quando chegava ao topo, ficava gritando de lá, pra gente ir resgatar. A gente trazia a bichinha pra baixo, e ela começava tudo de novo. O bom é que pelo menos a gente fazia bastante exercício. Step na veia!!

Bom, mas o inevitável aconteceu: ontem à noite, sob nossos olhares corujentos, a mocinha aprendeu a descer. Foi a coisa mais incrível ver a felicidade da pequena com a descoberta... ela olhava pra gente maravilhada, como quem diz: "olha só, eu consigo!!!". Os olhinhos brilhando, e um sorriso de orelha a orelha. Coisa marlinda.

E aí, que agora a gente não precisa mais ficar subindo e descendo pra resgatar a bichinha. Bom, né? Aham. A contrapartida é que agora, vira e mexe a gente perde a pequenina pela casa. Estamos com ela no andar de cima, e de uma hora pra outra, ela já se foi lá pra baixo. Descemos com ela e, em questão de segundos, a bichinha já escapuliu pro andar de cima...

Experimentando a liberdade! Tá certa ela, né não?

;-)

23.8.10

Ensaboa, Mulata!

///
Mais uma das confusões linguísticas da nossa pequena Teté... outro dia, no carro, tocando "Ensaboa, Mulata", música que a pequena adora. A música termina, e a mocinha logo solta a pérola:

- Mamãe, toca de novo a música da 'ensabóbora'???

=D

18.8.10

Respeito é Bom!

///
Estou de saída para o supermercado. Ana Luz diz que quer vir comigo. Peço para ela perguntar à irmã se quer vir também, ela logo volta com a resposta:

- mamãe, a Teté não quer ir!!
- tá bom, filha.
- você fica triste que a Teté não vai???
- ah, a mamãe queria a companhia dela também, né... mas se ela não quer...

E a pequena, encerrando o assunto, de mãozinha na cintura:

- se ela não quer ir, respeita ela, né mamãe!!!

;-)

16.8.10

Bum-Bum-Bum!

///
Chiara a cada dia acha de fazer uma gracinha nova pra deixar a gente mais babão do que de costume. Nada de mais, mas como sei que com o tempo a gente esquece e lembrar dessas coisinhas é gostoso demais, deixo registrado aqui, pra relembrar depois.

A última da pequena é que agora deu pra bater no próprio bumbum. Fofurice demais. Desde pequenina que eu faço de brincadeira com ela, dou uns tapinhas por cima da fralda e digo que ela tem o bumbum mais gostoso do mundo. Pois não é que ela aprendeu? Agora, do nada, a pequena vai com a mãozinha e se dá uns tapinhas, pra depois rir gostoso, orgulhosa da própria graça. Verdade que de vez em quando erra, bate na coxa, no joelho, enfim. Mas é sempre daquela lindeza que dá vontade de engarrafar.

Eu aguento?

=D

11.8.10

Gato de Quê???

///
As meninas acabam de ganhar um livrinho com contos de Grimm, Perrault e Andersen, todo ilustrado com as personagens da Turma da Mônica, que elas, aliás, amam de paixão. Amaram o presente, claro.

Pois outro dia estavam as duas, lado a lado, folheando o tal livro, curtindo olhar as ilustrações. Estrela, que segurava o livro entre as mãos, ia mostrando as ilustrações e contando pra irmã quais as estorinhas contadas lá:

- Olha só, Naná!! Tem 'Chapeuzinho Vermelho', 'Polegarzinha', 'O Gato de Bosta'...

Eu ri sozinha, porque a pequena nem se deu conta da confusão com as letras...

=D

9.8.10

Eu Quero é Bolo

///

Ana Luz contando os dias para o aniversário da pimenta-mãe:

- Mamãe, quantos dias falta pra você fazer aniversário?

E eu, toda cheia, porque afinal a pequena estava ansiosa para o MEU dia especial, certo?? A-ham...

- Você quer saber do dia do aniversário ou do dia da festa??

E a pequena, sem nenhuma piedade de botar os pingos nos is:

- Qual dia que vai ter bolo???

=P

4.8.10

Boa de Bola

///
Mesmo tendo completado há pouco um aninho de vida, Chiara já tem lá suas brincadeiras preferidas. E entre elas, a que ganha de longe, não tem nem dúvida: jogar bola - pra orgulho do pai, fanático por futebol.

Pois se tem uma coisa que entretém a bichinha até não mais poder é dar uma bola na mão dela. A pequena agarra entre as duas mãozinhas (futura goleira??), joga o mais longe que consegue (leia-se a uns 40 cm além dela), aí espera a gente chutar a bola pra longe, e sai engatinhando a todo vapor, pra começar tudo de novo.

O melhor de tudo - melhor pra quem, cara pálida?? - é o estado de petição de miséria em que ficam as calças da mocinha, ao final da brincadeira... joelhos pretos, puidinhos de dar gosto.

Alguém por aí sabe onde eu encontro joelheiras tamanho bb??

;-)