29.7.10

Anger Management

A///
Ana Luz e Estrela em breve sessão de terapia conjunta, módulo "aprendendo a lidar com a raiva":

Teté: Quando você me dá raiva, Naná, eu quero bater em você!
Naná: E quando você me dá raiva, Teté, eu também quero bater em você, muito!
Teté: E então o que que a gente faz, Naná?
Naná: Aí, Teté, eu acho que a gente tem que se amar muito pra não dar mais raiva...
Teté: Tá bom!

E se abraçaram beeem apertado, pra selar o acordo...

:-)

26.7.10

Monstros S.A.

///
Dia desses, Ana Luz e Estrela brincando no quarto delas, Chiara vai engatinhando pra lá, seguindo a voz das irmãs. As mais velhas, ouvindo o barulhinho das mãozinhas da caçula batendo no chão, comentaram uma com a outra:

- Lá vem o monstrinho da 'kibolândia'...

=D

23.7.10

Salada de Frutas

///
Vocês se lembram que há um tempo atrás contei aqui que Chiarinha era ossinho duro de roer no quesito comida, e que fruta então, não ia nem com reza braba? Pois é, tudo isso é passado.

Das comidinhas, já faz um tempo que a pequena vinha pegando gosto, mas agora desencantou com as frutas, se empanturra de um jeito que dá gosto de ver, assim, de uma hora pra outra, como se fosse por milagre. As frutas preferidas da bichinha? Até agora, melancia é a vencedora inquestionável, seguida de perto por manga, mixirica, mamão e melão - hummm, deve ter alguma paixão secreta pela letra 'm', essa Kiki...

Além dessas, também come de bom grado uva - daquelas pequeninas e sem semente, que a bichinha gosta de enfiar inteira na boca e mastigar com as bochechinhas cheias, fazendo biquinho, um charme! - , banana, limão - acreditem ou não, a mocinha ama chupar uma rodelinha de limão, faz careta e enfia na boca de novo, maior barato! - e laranja - seja em suco ou em rodelinhas pra chupar, agrada sempre.

Tá bom, ou quer mais??

21.7.10

Confusão Numérica

///

Estrela desenha numa folha em branco uma porção de coraçõezinhos coloridos. Vem pra mim toda contente:

- Mamãe, olha só quanto coração que eu desenhei, um monte!!!
- Que legal, filha!!
- Olha só, eu vou contar: um coração, dois 'coraçãos', três 'coraçãos', quatro 'coraçãos'...
- É corações, filha.
- Hum?
- É 'corações' que se diz.
- Ah, tá. Um 'corações', dois corações, três corações...

=P

19.7.10

Viagens de Naná

///
Ana Luz, cheia de idéias 'viajantes':

- Mamãe, quanto tempo falta pra gente viajar de avião?
- Cinco dias, filha.
- E quanto tempo falta pra gente viajar na maionese??

=D

16.7.10

Hoje é Dia de Piquenique!!

///
Quem é mãe de três presencia uns momentos que são mesmo mastercard: não têm preço.

Outro dia, eu estava fazendo o almoço, e em cima da bancada da cozinha americana, jazia solitária uma bandeja de tomatinhos picados, já prontos para a receita. Ana Luz e Estrela, vendo aqueles pedacinhos vermelhudos, apetitosos e convidativos, não tiveram dúvida: foram até o armário, cataram um potinho cada uma e, às mãozadas, foram catando uns pedacinhos pra beliscar, enquanto o almoço não vinha.

Mas o bonitinho mesmo, nem foi isso. As duas foram pra sala, onde Chiara brincava sossegada (ou nem tanto). Quando a bichinha viu que as irmãs comiam alguma coisa, foi lá xeretar pra ver o que era, animou-se e quis comer também. Pois lá foram Ana Luz e Estrela resgatar uma fralda de pano que andava perdida por ali, estenderam no meio da sala como se fosse toalhinha xadrez, botaram no meio os potinhos e ficaram as três, uma de cada lado, saboreando os pedacinhos de tomate.

Um piquenique improvisado, no meio da sala de estar. Poesia pura, é ou não é??

:-)

14.7.10

Marias do Bairro

///
Ana Luz e Estrela, em seu momento dramalhão mexicano:

Naná: Eu tô muito muito muito brava com você Teté!!! Eu nunca mais vou querer brincar com você na minha vida inteira, nunca mais!!
Teté: Eu também tô muito muito muuuuito brava com você Naná!! Tá tudo acabado entre a gente!!!

Precisa dizer que não deu cinco minutos e elas já estavam pra cima e pra baixo, de mãos dadas e cheias de denguinhos e sorrisos?

;-)

12.7.10

É de Chocolate!!

///
Primeiro filho (no meu caso, primeirasss) é assim: a gente tem o maior cuidado, toma conta de tudo, a alimentação então, é aquela coisa naturalíssima, açúcar só depois dos dois anos pelo menos, etc. Terceiro filho? Putz! Se a gente conseguir evitar que ele avance na sujeira do cantinho da sala, já tá no lucro!

Brincadeiras à parte, aqui em casa, açúcar não é coisa pra bebê. As meninas - Ana Luz e Estrela - só começaram a comer doces e, mesmo assim, de forma controlada, bem depois do segundo aniversário. Mas Chiarinha, nossa bebezica-surpresa, já veio ao mundo com uma vasta sabedoria sobre como dobrar as proibições maternas.

Prova disso é que dia desses, avançou num potinho de banana seca coberta com chocolate que repousava esquecido, em cima do sofá. Eu até vi, mas imaginei que a pequena não ia conseguir abrir, então deixei ela brincando, toda distraída. Pois bem! Dali a alguns minutos, quando olhei de novo, o potinho, aberto e vazio, jazia esquecido num canto da sala, enquanto a pequenina, com a boca toda lambuzada, sorria feliz da vida, com uma bananinha derretida em cada mão...

Tudo bem que nem 10% daquela lambuzeira deve ter ido parar no estômago da bichinha, mas pra uma mãe-natureba-radical feito eu... quem foi que disse mesmo que os filhos vêm ao mundo pra nos fazer pagar a língua???

Pois é...

=D

7.7.10

Eu Sou Brasileiro, Com Muito Orgulho...

///
... porque o Brasil pode até ter sido eliminado, mas aqui em casa, o patriotismo não acaba quando termina a Copa do Mundo, não!

;-)

5.7.10

Vai uma Panqueca aí??

///
Estrela, a rainha das confusões linguísticas... dia desses, a pequena arrumando confusão com a irmã, por bobagem. Eu:

- Teté, deixa de ser encrenqueira!!

E a pequena, indignadíssima:

- Eu não sou panquequeira!!!!

=D