24.5.16

7 anos!


"sabia
que ia acontecer você, um dia
e claro que já não me valeria nada
tudo o que eu sabia
um dia"

e um dia, há sete anos atrás, aconteceu você. toda definitiva.

minha menina-passarinha
geminiana bagunceira, divertida, encardida. tão cheia de amor pra dar.
tão despreocupada, tão certa das coisas, tão descabelada e arteira. que me agarra o pescoço, aperta o rostinho miúdo contra as minhas bochechas e me diz com vozinha estridente:
"mamãe como eu te amo eu não consigo te amar tanto assim!!"
e eu fico ali, uma pasta derretida esparramada no chão.

aconteceu você, há sete anos, numa madrugada silenciosa.
depois de quarenta e duas semanas, aconteceu você de um susto feito tsunami, feito furacão. um parto de três horas e um expulsivo de três forças.
depois de você, nada mais ficou igual ao que era antes.
sete anos depois, eis você: essa menina magrela, comprida, espevitada, tagarela e divertida.
toda cheia de vontades, dengosa que só ela, toda segura de si, que sabe a que veio e só faz o que quer, quando quer.
passarinha sorridente, brincalhona, piadista e trolladora.
do que eu aprendo contigo, pequena, todos os dias:
que o amor que a gente dá é igual ao amor que a gente recebe,
que rir é o melhor remédio para todas as coisas, de cotovelo ralado a macaquinhos no sótão e coração machucado;
que gente é pra brilhar, é pra ocupar todos os espaços, é pra se espalhar,
que o bonito da gente estar vivo é sorrir arreganhando os dentes, e ser feliz sem pedir licença, porque é o nosso direito.

te amo, minha lagartixa
feliz sete anos.

com um dia de vida,


ela era assim. 
:'( 
<3 span="">

e lá se vai um setênio!


e lá se vai o primeiro setênio dessa geminiana bagunceira.
sete anos, e parece que antes, a vida estava só esperando ela chegar. desse jeitinho: toda espaçosa, tagarela e ligada no 220v.
<3 span="">


19.5.16

12 anos, parte II


"quero
tua risada mais gostosa
esse teu jeito de achar
que a vida pode ser maravilhosa"

minha menina-moleca.
meu sopro de liberdade, pequena-grande alma solta no vento.
tão de braços abertos diante da vida,
tão sem medo das coisas muito grandes,
tão bem disposta a rolar solta na grama, a soprar ao vento infinitos dentes-de-leão,
a rir de todas as coisas, como se a vida tivesse dedos compridos a lhe fazer cócegas nos cantos da alma
todos-os-minutos-de-todos-os-dias.
teus olhos miúdos e doces são pra mim como uma grande cortina,
eles se abrem e me mostram coisa que eu nunca vi,
lugares onde nunca pisei,
ideias que nunca tive,
coisas mirabolantes que nunca pensei.
é tudo novo, é tudo brilhante, é tudo tão colorido
e a minha alma se enche de desejos de mastigar nuvens como se fossem feitas de algodão-doce
e de andar contigo de mãos dadas sentindo o vento bater no rosto,
dizendo coisas bobas e rindo até doer a barriga.
do que eu aprendo contigo pequena, todos os dias:
sobre a dor e a delícia da gente ser o que é,
sobre a liberdade da gente abrir as asas sem temer o tombo,
sobre a boniteza da gente rir e chorar de uma vez só, uma coisa grudada na outra,
sobre a grandeza da gente ver a vida sempre com olhos de primeira vez.

minha menina,
minha estrela-guia,
te amo.

12 anos, parte I


"entre as coisas bem vindas que já recebi
eu reconheci minhas cores nela,
e então eu me vi"

minha menina-espelho.
tão eu, tão pedaço de mim, e tão livre no mundo, solta, existindo por si.
tão linda.
tão parecida comigo, tão.
nos grandes sentimentos, nos mergulhos nas profundezas, na imensidão do lado de dentro, nos pequenos medos cotidianos, nas grandes alegrias diante dos mistérios do mundo.
teus olhos rasos são os meus,
teu peito apertado porque a vida é grande e às vezes parece querer te engolir inteira de uma só mordida, eu conheço bem.
conheço os teus monstros, todos eles, um por um. são também os meus.
e foi contigo que eu aprendi a olhar pra eles, a erguer a cabeça, a não desistir;
a não deixar que o medo fale mais alto do que a alegria;
a gritar mais alto, a botar o medo no bolso.
a ir adiante.
do que eu aprendo contigo pequena, todos os dias:
sobre a força que a gente tem e não sabe;
sobre o bonito que é a gente ter delicadeza, e suspirar fundo quando algo muito grande acontece;
sobre a coisa maior e mais preciosa da vida que é a gente poder sentir;
sobre o poder que têm as coisas do coração, todas elas.

minha menina,
minha luz,
te amo.

feliz aniversário.

13.5.16

sobre natais


a filha, pensando geograficamente: 

- ô mãe! natal fica no Brasil?
- tem uma cidade no Brasil que se chama Natal, filha. 

a menina pensa por uns segundos. decide:

- nasce muita gente lá, né mãe?
- nasce, como nasce em outros lugares…
- não, mas lá nasce mais!

a mãe, curiosa:

- ué, por quê?

a menina, em sua conclusão lógica:

- porque todo mundo fala: "lá na minha terra natal..."!

:-P

#DedinhosdeMoças #pimentinhas #AnaLuz

10.5.16

Da utilidade dos filhos


a filha encontra o celular, esquecido no criado-mudo. fuça daqui, fuça de lá. a mãe, chatonilda:

- filha, pára de brincar aí. não é pra isso que serve o celular!

a menina, dando de ombros:

- mas é pra isso que servem os filhos!!

tum-dum-dááássss!

Emoticon confused

#DedinhosdeMoças #pimentinhas #Chiara

tempo tempo tempo



daqui uns dias, essas coisinhas vão fazer onze anos. tô passada e engomada, viu.

9.5.16

Amor x 3


apenas a epítome do "não tem como não amar" 
Emoticon heart

(ah, essas três)
 

Das aventuras


ser mãe dessas três é a maior aventura de todos os tempos.

e ontem elas fizeram o dia ser tão lindo que nem deu pra vir aqui fazer post bonitinho. 
fica a foto da gente, vivendo a vida do lado de fora das telas. 
e o amor, que não cabe nem um terço na foto.

(a foto é do Renato Reale, co-responsável pelo dia incrível de ontem)

4.5.16

Vermelhinha


a menina, ouvindo atenta a conversa da mãe com a avó:

- então, a fulana...
- quem é a fulana, vovó?
- a fulana é uma amiga minha, ela faz reforma...

a menina, toda interessada:

- reforma agrária???

pense numa criança de esquerda.

Emoticon heart

(Yvan Dourado, olha o orgulho)

#DedinhosdeMoças #pimentinhas #AnaLuz

3.5.16

Mãe AND chef


a filha, raspando o prato da janta: 

- mamãe! se você competisse com o Jamie Oliver num concurso de comida você ia ganhar fácil!!!

lustrada diária no ego da mãe leonina: check.

Emoticon colonthree

#DedinhosdeMoças #pimentinhas #Estrela