26.4.10

Lugar de Gente Feliz

///
Eu sempre digo que jingle parece praga. Grudam na gente, e quando vê, lá está você cantarolando, sem nem ter se dado conta.

Outro dia, eu cantarolava baixinho: "o que faz você feliz... faz todo mundo feliz...".

E Estrela, com seu aguçado 'timing propagandístico':

- Mamãe, por que é que a gente tem que ir no pão de açúcar pra ser feliz??

E logo saiu pulando, contente da vida, sem esperar resposta:

- Eu sou feliz, e eu nem fui no pão de açúcar...

=D

22.4.10

curly pride


Outro dia, eu acarinhando o cabelinho da Chiara, que foi alisando ao toque.

Ana Luz, olhando a cena:

- Mamãe, a Kiki tá com o cabelo toooodo lisinho...

E, com carinha de pena:

- ... coitada!

Taí uma que não vai se render aos apelos da escova definitiva...

;-)

13.4.10

Faz-de-Conta

///
Ana Luz e Estrela brincando de mamãe e filhinha, no último domingo. Arrumam a casa na varanda do quarto e começam a brincadeira. Ana Luz é a mamãe, Estrela é a filhinha.

De repente, Estrela vem choramingando pro lado da Ana Luz:

- Mamãe, mamãe!!!
- Que foi, filha??
- O João Miguel e o Felipe 'tão' arranhando meu rosto!!!

(putz, eu bem que queria saber de onde ela tira esses nomes... estará correto o palpite das amigas tuiteiras @resoutodepra e @tezini? serão dois menininhos gêmeos esperando para vir ao mundo, aumentar família-pimenta? hehehe...)

E Ana Luz, de mãozinha na cintura e carinha contrariada, falando para os tais João Miguel e Felipe:

- Podem parar com isso já, senão vocês vão perder o direito de brincar aqui no quarto junto com a sua irmã!!!

Eita, mundo de fantasia delicioso...

:-)

9.4.10

Sopa de Pedra

///
///
Chiarinha, como fica claro na descrição aí do lado, tem estômago de avestruz. Bota tudo pra dentro, e vai ruminando, feliz da vida. Papéis soltos, por exemplo, é algo que não se pode deixar esquecido perto dela, que em questão de segundos vai pra boca, e a pequena saboreia toda contente. Formigas passeando pelo chão então, chamam a atenção da mocinha na mesma hora, e ela logo vai com o dedinho indicador esticado, tentando pegar. Se pega, não demora dois segundos e a formiga vai parar aonde? A-ham, na boca! Será que formiga é bicho rico em proteína??

Agora, outro dia foi demais. Estávamos no jardim do lado de fora de um centro cultural, esperando o horário da peça infantil que íamos assistir. Botei a pequenina no chão e fiquei ali, do lado, mas conversando. Pois bastou eu tirar os olhos da mocinha por alguns instantes, e quando olhei de novo, ela estava com a boca cheia, chupando alguma coisa que eu não sabia o que era. Perguntei pra ela o que tinha na boca, e ela me olhou com aquela carinha de sapeca, de quem sabe que está fazendo o que não deve. Bom, lá fui eu abrir a boca da bichinha, e qual não foi minha surpresa ao descobrir que o que a pequena chupava toda contente era... uma pedra!! E não era uma pedrinha não, era uma pedra razoável, devia ter mais de 1cm de diâmetro. E dá-lhe vitamina S!!

Não pude deixar de lembrar da historinha do Pedro Malasartes, aquele que tinha uma panela mágica e fazia sopa de pedra... taí, se a Chiara estivesse por lá, ia adorar o cardápio!!

;-)

5.4.10

os porquês

///
Esses dias, levamos as meninas para conferir a mostra da Cia. Trucks, teatro de animação da melhor qualidade. Foram duas peças, em dias diferentes. "Gigante" em um dia, "Os Vizinhos" no outro dia. Perguntamos pras duas de qual gostaram mais, e as respostas vieram divertidamente coerentes com a personalidade e os gostos de cada uma.

Estrelinha, nossa moleca que adora uma palhaçada e uma escatologia:

- Eu gostei mais da dos vizinhos, porque o cachorro fez pum no rei!!!

Aninha, nossa pequena glutona, gulosa feito ela só:

- Eu gostei mais da do gigante, porque tinha pão pra comer no final...


=D

PS: o gigante da primeira peça se alimentava de sonhos, por isso os atores fizeram uma brincadeira com as crianças, convidando a todos para servir-se de sonhos (pães) ao final do espetáculo...
PS2: pra quem quiser saber mais sobre a mostra da Cia. Truks, é só dar um pulo no mamíferas, falei sobre isso lá.

2.4.10

quem cedo madruga...

///
Chiarinha ultimamente deu pra madrugar. Ui!

É assim, já que deus ajuda, a pequena capricha: lá pelas 5 e meia, todo dia, a bichinha abre os olhinhos pronta pra viver o dia. E acorda num bom humor de dar inveja. Sorrisos pra todo lado, já logo começa a estender as mãozinhas e pular em cima da gente pra arrumar companhia. E mal acordou, já começa a tagarelar: fica num 'dádátepiii', 'bábádapuuu', com aquela vozinha gostosa, tão gostosa que dá vontade de engarrafar.

Não tem jeito. Em questão de segundos, a mocinha acaba com as nossas esperanças de dormir "só mais uns cinco minutinhos", enquanto as mais velhas ainda dormem. Bem, dormiam, porque com o falatória da caçulinha do lado de cá, não demora e as outras duas acordam também, igualmente serelepes e doidas de vontade de bagunça.

Bom, verdade seja dita, a bichinha também dorme com as galinhas. Todo dia, antes das seis da tarde a pequena embarca. Mas é o ritmo dela. Já tentei botar pra dormir um tantinho mais tarde, e ela acorda no mesmo horário, cravadinho. Então, deixo dormir cedo e acordar cedo, fazer o que? Uma hora ela passa a acordar em um horário mais civilizado, como aconteceu com as irmãs, que tiveram essa fase de acordar antes mesmo do sol nascer, e hoje vão pra cama todo dia lá pelas sete, sete e meia, e seguem num sono de dar gosto por umas onze, doze horas, direto.

Enquanto isso não acontece com a nossa caçulinha, eu vou repetindo o mantra da maternidade, 'isso passa', 'isso passa'...

E afinal de contas, vamos combinar, né? Tem coisa melhor que ser acordada por uma criaturinha sorridente, descabelada e conversadeira feito essa? Pra mim, não tem despertador melhor no mundo...

;-)