23.8.07

coisas de Naná



Aqui em casa, agora que as meninas dispararam e é uma falação generalizada o tempo todo, os papéis já vêm se definindo: Ana Luz já assumiu o papel de intérprete da irmã, e intervém pronta e enfaticamente quando a gente não entende o que a Estrela quer dizer. Dia desses:

Teté: Teté é inho!
eu: o quê, Teté?
Teté: Teté é iiinho!
eu: você quer o quê, filha?
Teté: Teté é iiiiiiinhoooo!!
eu: filha, a mamãe não está entendendo...
Naná (cortando, impaciente): Teté té talinho, mamãe!! (traduzindo: Teté quer carrinho)

Outra:
Teté (voltando da cozinha): Teté eis ôlo!
Eu: o que é que você fez, filha?
Teté: ôlo!
Eu: ah, você fez bolo?
Teté: ôôlo!
Eu: bolo é gostoso, né, filha?
Nana (gritando): môôôôlooooo!! (traduzindo: molho)

Conclusão: se minha primogênita quiser fazer carreira como intérprete consecutiva, vai ter que domar esse gênio... :O)

2 comentários:

Suzana, Paulo, Theo & Joca disse...

hahahahahahaha!!!! Atá que ela tá esperando um bocado antes de perder a paciência, né não???? AMEIIII! Deve estar engraçadíssimo conviver com essas duas!!!!
Beijinhos com carinho,
(*

Simone disse...

que lindas!!!! amo!!! fico imaginando a Naná pensando "mas será possível?!"