14.1.08

moças sinceras



Estrela debruçada na ponta da mesa da sala, na ponta dos pés, se esticando toda para alcançar um potinho de tinta guache.
- Teté, o que você queria fazer com a tinta?
- Bagunça!!

Ana Luz no quarto, encontra uma caneta marca-texto perdida entre os brinquedos na cama. Eu, mais do que rápido, tiro da mão dela dizendo que essa não é brinquedo.
- Mas eu piciso da taneta!
- Precisa pra quê, filha?
- Pra pintá a parede!!

Tenho em casa duas mocinhas bagunceiras, mas muuito sinceras! =D

5 comentários:

Milena disse...

Nossa, como esta sinceridade faz falta no mundo dos adultos! Oxi, lindeza lindeza guardar estes momentos... imagine as pimentinhas crescendo e lendo isto aqui!

Etc e tal disse...

vc tem 2 artistas,hehehehe

bjus

Etc e tal disse...

vc tem duas artisas em casa isso sim!!rsrsr

bjus

thais disse...

hahhahhahahhhahhhhaahahha
ai ai ai, que barato!
aqui em casa é "não pode escrever na parede, né?" mas com a caneta na parede. hauhauahauhauahua

beijo

Fabiola disse...

kkkk
me diverti
Essa historia do dinheiro