24.5.08

argumentando


Dia desses, nós três no supermercado (eu, Naná e Teté), Ana Luz encontra abandonado entre os corredores um daqueles carrinhos que têm um carro embaixo, para crianças. Foi rápida:

- Mamãe, posso entrar?
- Filha, a mamãe tá com pressa...
- Só um pouquinho!
- Então entra rapidinho e pronto, a mamãe já está indo...
- Mas mamãe!!
- Oi, filha.
- Eu não sou sua filha?
- Claro que você é minha filha!
- Então você tem que me esperar...

Poder de argumentação a pequena já tem de sobra...

Um comentário:

Juliana Caribé disse...

hahaha!! Morri de rir. Acho que se eu passasse um tempinho só com elas, riria o suficiente por um ano...

Beijocas.