3.8.08

pérolas de convalescente


Recentemente, passamos por uma fase braba aqui em casa: primeiro pimenta-primogênita doente, depois pimenta-caçula. Ufa!

Não foi fácil, mas o período rendeu boas pérolas da pequena Estrelinha. A primeira, quando ela amanheceu com febre e vomitando depois de Ana Luz ter passado uns cinco dias bem ruinzinha:

- Mamãe, eu fiquei dodói hoje puquê a Naná tava dodói onti, i a genti num pódi ficá dodói todo mundo junto, sinão a mamãe fica maluca!!!
;-)


A outra teve a ver com um fato recente, que explico: outro dia, a avó paterna das meninas passou mal na frente delas, e elas ficaram bem impressionadas. Passaram dias relembrando o fato e perguntando os porquês. Eu, então, expliquei que a vovó Rede já era bem velhinha, e quando a gente fica velhinho, fica dodói com mais freqüência.

Pois bem. A reflexão da pequena Teté em seu dia de dodói, largada no sofá da sala:

- Mamãe, a vovó Rede é velhinha??
- é, filha.
- e quando a gente fica velhinha a gente fica dodói, né??
- é, filha.
Silêncio. Teté, com carinha de desgosto:
- Mamãe...
- oi, filha.
- eu acho que eu tô velhinha!!!

=D

Um comentário:

Iúna disse...

ai meu deus, que coisa linda, amo tanto esses raciocínios das crianças
Vc tem as crianças mais meigas e lindas que já vi, e nem competem com os meus, pq só tenho meninos, e já estão rapazes. rsrsrs