11.3.11

Papo Brabo

///
Ana Luz e Estrela, num papo meio mórbido:

- Naná, a minha blusa ficou "prendida" na minha cara, eu achei que ia arrancar meu nariz!
- Mas nem dava pra arrancar seu nariz, Teté, porque se arrancasse seu nariz saía muito muito sangue...
- É verdade, e além de tudo eu ia ficar com um buracão 'mais grande que tudo' bem no meio da cara, aqui ó!
- Mas Teté, nem dá pra fazer isso, só dá pra arrancar o nariz depois que a pessoa tá 'morrida', aí a pessoa vem com um machado e zás, corta fora o nariz, mas só quando a pessoa tá 'morrida', e ainda vai demorar muito muito muuuuito tempo pra gente morrer...
- É porque a gente é pequena e tem um montãããão de vida pra gente viver!
- Ufa, né, Teté!!
- É, ufa!!

=D

4 comentários:

Telma Maciel disse...

Aown... um papo meio mórbido, mas dito assim por crianças tão ingênuas fica tão fofinho... Gracinhas demais!

Carol Flor disse...

Ufa!

Josi disse...

hahaah papo de criança é uma delícia, faz a gente constatar a cada novo papo que a vida vale a penas. Essas duas e esses papos devem ser todos incríveis..hehhe

Fernanda I. disse...

Êita, de onde vem tanta criatividade??

Que os anjos digam AMÉM!