13.2.12

Das fábulas


Na nossa temporada "na roça", nas últimas férias, uma bela manhã fomos surpreendidos por um bichão enorme e feioso, todo espaçoso lá no teto do banheiro. Eu achei que fosse alguma espécie "roots" de barata (eca!) - intuição que se confirmaria mais tarde -, mas disseram para nós que era uma cigarra. Quando tentamos afugentá-la, a danada se enfiou pelas frestas do teto, e de lá não saiu mais. Tentei acalmar Ana Luz, para que ela tomasse seu banho sossegada:

- A cigarra foi dormir, filha.

Na hora do banho da noite, a bichinha quis saber:

- Mamãe, a cigarra tá dormindo até agora???

- Deve estar, filha.

E a pequena, puxando pela memória as fábulas contadas antes de dormir:

- Puxa! A historinha estava certa, essa cigarra é preguiçosa mesmo...

;-)

2 comentários:

Diário da mãe e da filha disse...

kkk nada como as fábulas

Beijos!!

o diàrio de poliana disse...

ola meu nome e poliana e estou curtindo muito seu blog se poder me ajudar a divulgar o meu que acabei de criar ficaria muito feliz http://polianaasupermae.blogspot.com/esse e o endereço do meu blog obrigada