3.2.12

Urbanóide


Família-pimenta voltando para a paulicéia desvairada, depois de 20 dias passados na tranquilidade do ‘interiorrr’, pisando no mato e na terra, ouvindo os passarinhos e aquela coisa toda.

Chegamos pela Castelo Branco, caímos na Marginal Pinheiros. Ana Luz, urbanoide até a raiz dos cabelos (puxou a mamãe!):

- Olha, olha, Teté!!! É a nossa cidade!!! Os prédios!!! Ai, que alívio...

=P

4 comentários:

Pérola disse...

Linda! O entendimento de lar dela está enraizado nas coisas boas da cidade. Que bonito de ver! Beijos em vcs!!!

Diário da mãe e da filha disse...

kkkkk essa é paulicéia dos desde da raiz dos cabelos
Beijos

Renato Reale disse...

essa é a minha bai-aninha!

Tata disse...

adorei tua visão, Pé, é bem isso!