26.9.12

Não posso mais viver sem mim!


Se minha pimenta-caçula vier a procurar os serviços de um psicólogo algum dia, certamente não será para resolver questões de autoestima. Dia destes, a pequenina 'lendo' no sofá da sala, eu digo a ela:

- Kiki, eu te amo!

Ela, totalmente blasé:

- Eu também, mamãe.

Insisto, querendo ouvir com todas as letras:

- Você também o quê?

E a pequenina, sem tirar os olhos da revistinha:

- Eu também me amo!

É mole?

=D

Nenhum comentário: