29.8.13

Da vida e da morte


Ana Luz vem sondando sobre a vida e a morte, depois do falecimento do bisvovô Lelé. Quer saber se só se morre quando já está velhinho, ou se dá para morrer jovem, criança, bebê. Explico tudo sem rodeios, na medida do possível e tanto quanto acho que o entendimento dela pode alcançar:

- Se tem uma coisa que a gente não tem como saber nessa vida, filha, é quando a gente vai morrer.

A pequena, narizinho empinado, questiona:

- Tem sim, mamãe!!

Intrigada, quero saber:

- É? E como?

E a pequenina, toda cheia de razão:

- Ué! Você paga pra moça da bola de cristal, e ela fala pra você!!

Ah, a simplicidade das soluções infantis para os impasses da vida...

:-)

Nenhum comentário: